Login
Para continuar, insira seu login e senha ou faça agora seu cadastro e seja nosso cliente.

VOCÊ ESTA INDICANDO

COMO AS MULHERES AMAM

AUTOCENSURA E COMPROMISSO NO PENSAMENTO POLÍTICO DE KANT

Domenico Losurdo
Traduzido por Ephrain Ferreira Alves

Editora: Ideias & Letras
Categoria: FILOSOFIA

Páginas: 256
Edição: 1ª
Ano: 2015
ISBN: 978-85-65893-63-3
Formato: 16,00 cm X 23,00 cm
Peso: 0,397 Kg
Cód. Fabricante: 3.01.02.1593

Sinopse

Não obstante seu entusiasmo pela Revolução Francesa, o significado do pensamento político de Kant foi por longo tempo distorcido por um estereótipo que até hoje pesa sobre a cultura alemã: Kant seria um conservador hostil a qualquer transformação político-social e, afinal, teria defendido a ordem feudal prussiana e a autoridade constituída. Difundido nos ambientes nacional-liberais depois da derrota dos levantes de 1848 e, sobretudo, de 1870, esse preconceito é apropriado em seguida pelos radicais decepcionados e pelos socialistas e, após as duas guerras mundiais, se torna um lugar comum da historiografia liberal anglófila.

Na verdade, por trás da autocensura e da dissimulação para evitar cair nos rigores da lei, todo o pensamento de Kant apresenta uma extraordinária simpatia em relação aos eventos franceses. Sua negação do “direito de resistência” ao soberano, em particular, longamente interpretada como a demonstração de seu moderatismo, quando colocada no contexto histórico, revela-se uma poderosa defesa da Revolução Francesa. 

R$

39,90

Prazo da entrega: De 7 a 10 dias úteis

enviar
seta
  • MANUEL SOARES - 12 de Março - 21:36
    Cumprimentos por mais uma publicação de qualidade, marca que distingue a editora IDEIAS & LETRAS. Outras obras inéditas de Losurdo serão bem vindas. Sugiro o livro que trata de heidegger e a ideologia da guerra.
seta
separador
separador